ABACC

Grupo de Supridores Nucleares (Nuclear Suppliers Group-NSG) reconhece o Acordo Quadripartite como critério alternativo ao Protocolo Adicional

28.06.2011

Após mais de 6 anos de negociações, os países participantes da 21a. Reunião Plenária do Grupo de Supridores Nucleares estabeleceram novas diretrizes em que somente os países que atendam aos mais elevados padrões de proteção física, segurança e salvaguardas nucleares terão acesso desimpedido às tecnologias sensíveis de enriquecimento de urânio e reprocessamento de combustível nuclear.

Segundo Nota do Ministério das Relações Exteriores do Brasil “a decisão reveste-se de particular importância, na medida em que o NSG passou a reconhecer o Acordo Quadripartite assinado por Brasil, Argentina, a Agência Brasileiro-Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais Nucleares (ABACC) e a Agência Internacional de Energia Atômica como critério alternativo ao Protocolo Adicional aos acordos de salvaguardas da AIEA”.

A Nota prossegue: “Além de realçar o significado político do Acordo Quadripartite – que celebra este ano seu vigésimo aniversário – como modelo de aproximação e fomento da confiança entre o Brasil e a Argentina no campo dos usos exclusivamente pacíficos da energia nuclear, a decisão do NSG abre novas perspectivas para a cooperação internacional e o maior acesso a tecnologias relevantes ao desenvolvimento do programa nuclear brasileiro”.